Archives

Jiro Dreams of Sushi

Jiro Dreams of Sushi (2011).⠀

Esse doc traz insights importantes sobre criatividade, cultura, arte e gastronomia. Jiro Ono tem hoje 95 anos e especialistas o consideram um dos maiores chefs de sushi do mundo. ⠀

Com seu filho e equipe de 4 assistentes, ele comanda o Sukiyabashi Jiro Honten, restaurante com apenas 10 lugares, no Japão. ⠀

A história mostra a busca obsessiva de Jiro pelo sushi perfeito. São décadas de um processo repetitivo, artesanal, com o apoio de fornecedores de peixes e ingredientes igualmente radicais.⠀

Mesmo depois do filtro dos fornecedores, há um ritual: o próprio Jiro experimenta e analisa para uma aprovação final. Se não estiver perfeito, não serve. Na verdade quase perfeito, porque Jiro não considera ter chegado ainda ao sushi perfeito. ⠀

Todos os dias, sob a supervisão do chef, a equipe também faz uma degustação, comendo o que de melhor será servido aos clientes. Segundo Jiro, a equipe não pode ter um paladar inferior ao dos clientes. Por isso aprimorar o paladar é um processo contínuo, uma cobrança diária e sem fim.⠀

Vamos ao ponto: aprimorar o paladar é um exercício fundamental para o pensamento criativo. ⠀

É preciso experimentar novos sabores, ampliar a capacidade dos sentidos, expandir o repertório do nosso paladar através de novos pratos, ingredientes.

Qual será o sabor do atum para Jiro Ono?⠀

  • 0

Deep Work

Quase todo mundo já tá sabendo que uma das competências mais importantes a serem desenvolvidas daqui pra frente é “aprender a aprender”.⠀

Ou seja, teremos que rapidamente desenvolver novas habilidades, cada vez mais complexas, e chegar a um nível alto de desempenho, tudo isso em pouquíssimo tempo.⠀

No livro “Deep Work”, Cal Newport vai direto ao ponto: no mundo atual, cheio de distrações, aprender rápido tem a ver com a capacidade de se envolver em um estado de profunda concentração. É preciso se sentir confortável em entrar no modo “deep work” por longos períodos de tempo, para chegar a níveis altos de qualidade e quantidade cada vez mais valorizados.⠀

E esta aí o problema. ⠀

Notificações, mensagens, smart watchs, telas, mídias sociais e até os espaços compartilhados de trabalho não ajudam em nada. ⠀

A proposta não serve para todos, claro. Mas se faz sentido para você o livro traz insights interessantes, diferentes estilos de “trabalho zen” e estratégias para aumentar sua capacidade de concentração produtiva.⠀

  • 0

“Abstract”: Ian Spalter

Na série “Abstract”, Netflix, segunda temporada, há um interessante episódio sobre design com Ian Spalter. Com trabalhos realizados no YouTube, Foursquare e Nike+, ele hoje é head de design do Instagram. ⠀

Segundo o episódio, 1 de cada 7 pessoas do planeta usa algum produto supervisionado por Spalter. Então, sem dúvida, vale saber mais sobre seu pensamento criativo. ⠀

  • 0

Papo pro Futuro

Mais um papo sobre nossas perspectivas para o futuro e o trabalho na série criada por Flávio Dultra.

  • 0

Repensar a Produtividade

Live com Juliana Athaydde sobre produtividade e o futuro do trabalho na série Rework Future Live.

  • 0

Remote – Office not Required

“Remote – Office not Required” faz a apologia da flexibilidade do espaço de trabalho. O livro foi escrito por Jason Fried e David Heinemeier Hansson, nomes por trás da ferramenta online Basecamp e do framework de desenvolvimento Ruby on Rails. 

Os autores relatam diversos casos de profissionais que participam plenamente desses projetos a partir de seus home offices em cidades distantes da sede da 37signals, localizada em Chicago. Hansson, por exemplo, diariamente finaliza sua pauta de trabalho sem sair de casa, na costa da Espanha.

Mas não precisamos ir tão longe para repensar novas composições e formas de trabalho. Estamos vivendo um processo de transformação de modelos, principalmente. Por isso, vale aproveitar o período atual de destruição das estabilidades para testar formas mais dinâmicas, práticas e eficientes de produção. “Remote – Office not Required” traz caminhos interessantes para a criação desses novos modelos. A leitura é simples e rápida. 

  • 0

SCREAM 2019

Participação em três mesas do SCREAM 2019, sobre escola criativa, dados e mercado publicitário.

  • 0

Mercado 4.0

Oficina “Criatividade e o Futuro do Trabalho” na 1ª edição do Mercado 4.0. Dia 03/09, no Shopping Paralela.

  • 0

FOCO 2019 Natal/RN

Dia 16/07, mais um evento realizado pela Federação Nacional de Concessionárias de Veículos – FENACODIV e Universidade FENABRAVE. Palestra “O Futuro das Concessionárias” em Natal/RN. Vamos lá, discutir mercado, consumo e o futuro do trabalho.

  • 0

AMCHAM

Dia 27/06 palestra no Comitê de Marketing da AMCHAM sobre gestão de clientes na era omnichannel. Vou tratar principalmente dos inovações no ambiente de negócios, tendências de consumo e pontos importantes sobre o futuro do trabalho.

  • 0

FOCO 2019

Palestra “A Concessionária do Futuro” no evento FOCO 2019, promovido pela Federação Nacional de Concessionárias de Veículos – FENACODIV.

  • 0

O trabalho e os robôs

O passado imaginava o futuro cheio de robôs. Eles seriam como homens mecanizados, com vozes eletrônicas, disputando o trabalho pesado. ⠀

Mas os robôs atuais tomaram outro caminho, para além da forma humana. São códigos, algoritmos, sistemas, que se conectam, se atualizam, podem estar em todos os lugares ao mesmo tempo. E claro, não se interessam mais pelo trabalho pesado, e sim aqueles que podem explorar toda sua capacidade.

  • 0

SCREAM

Painel “Futuro Inteligente: os próximos 20 anos”, discutindo futuro do trabalho, algoritmos e protótipos subversivos, dia 23, no Fera Palace Hotel, Rua Chile.

  • 0

Semana de Arquitetura

Dia 24/10, debate sobre mídias sociais como ferramenta profissional na Semana de Arquitetura da UniRuy Wyden.

  • 0